Complicações pós-parto em cobaias
Roedores

Complicações pós-parto em cobaias

Como as cobaias estão dando à luz?

Abaixo está a imagem perfeita de um nascimento bem-sucedido que todos os criadores de porquinhos-da-índia adoram ver. 

Depois que a fêmea lambeu completamente os recém-nascidos e se limpou, ela deve permitir que os filhotes suguem o leite. A primeira coisa que você deve ver, se o parto correu bem, é a fêmea sentada no canto da gaiola com todos os filhotes ao redor; os filhotes devem estar limpos e secos, alguns deles mamarão leite. Não deve haver nenhum ou muito pouco sangue na roupa de cama, e você também pode ver algumas placentas que a caxumba deixará intactas. Depois de um parto normal, a caxumba sente fome e cuida dos filhotes com muito carinho e amor. Logo após o nascimento, os filhotes já conseguem correr, e nas primeiras 48 horas já começam a comer alimentos sólidos.

É normal que os filhotes percam algum peso nos primeiros 3 ou 4 dias, mas logo ganharão peso rapidamente e devem atingir seu peso original o mais tardar no final da primeira semana de vida. Seus olhos devem permanecer brilhantes e os próprios filhotes não devem parecer magros, curvados e sua pelagem não deve ser espinhosa. 

Uma fêmea normal perderá peso no caso de uma ninhada múltipla, mas apenas se ela mantiver um bom apetite e parecer saudável. Depois que ela parar de amamentar seus filhotes, ela ganhará peso rapidamente.

Abaixo está a imagem perfeita de um nascimento bem-sucedido que todos os criadores de porquinhos-da-índia adoram ver. 

Depois que a fêmea lambeu completamente os recém-nascidos e se limpou, ela deve permitir que os filhotes suguem o leite. A primeira coisa que você deve ver, se o parto correu bem, é a fêmea sentada no canto da gaiola com todos os filhotes ao redor; os filhotes devem estar limpos e secos, alguns deles mamarão leite. Não deve haver nenhum ou muito pouco sangue na roupa de cama, e você também pode ver algumas placentas que a caxumba deixará intactas. Depois de um parto normal, a caxumba sente fome e cuida dos filhotes com muito carinho e amor. Logo após o nascimento, os filhotes já conseguem correr, e nas primeiras 48 horas já começam a comer alimentos sólidos.

É normal que os filhotes percam algum peso nos primeiros 3 ou 4 dias, mas logo ganharão peso rapidamente e devem atingir seu peso original o mais tardar no final da primeira semana de vida. Seus olhos devem permanecer brilhantes e os próprios filhotes não devem parecer magros, curvados e sua pelagem não deve ser espinhosa. 

Uma fêmea normal perderá peso no caso de uma ninhada múltipla, mas apenas se ela mantiver um bom apetite e parecer saudável. Depois que ela parar de amamentar seus filhotes, ela ganhará peso rapidamente.

Complicações pós-parto em cobaias

Sangramento em cobaia após o parto

Durante os próximos dois dias após o parto, a fêmea pode apresentar um leve sangramento do canal do parto, após o qual a membrana vaginal se fecha. Se o sangramento for intenso ou o sangue tiver um odor desagradável, ou a caxumba não estiver ativa o suficiente, isso pode indicar uma placenta ou feto remanescente no útero. A cobaia deve ser levada ao veterinário imediatamente.

Durante os próximos dois dias após o parto, a fêmea pode apresentar um leve sangramento do canal do parto, após o qual a membrana vaginal se fecha. Se o sangramento for intenso ou o sangue tiver um odor desagradável, ou a caxumba não estiver ativa o suficiente, isso pode indicar uma placenta ou feto remanescente no útero. A cobaia deve ser levada ao veterinário imediatamente.

A fêmea não rompe as membranas fetais dos recém-nascidos

Na cavidade uterina, os fetos estão nas membranas fetais cheias de líquido. Durante o parto, a fêmea arranca o feto com os dentes e assim rompe as membranas fetais. Se isso não acontecer por qualquer motivo, o feto morrerá sufocado.

Se o nascimento ocorrer na presença do dono, ele mesmo poderá libertar tal filhote das membranas. Para isso, é necessário quebrar o filme próximo ao focinho do recém-nascido, limpar a cavidade oral e o nariz do muco e, segurando-o com força na mão, sacudir o filhote com força várias vezes. Isso ajuda a restaurar a respiração. Em seguida, limpe-o bem com um pano macio. Em seguida, é importante não lhe dar nada para beber.

O recém-nascido deve ser colocado perto de uma fonte de calor, como uma garrafa de água morna, e mantido aquecido. Após cerca de uma hora, quando o filhote pode se mover sozinho, ele pode ser colocado ao lado de sua mãe. Mas como ela não lambeu o filhote, ela não o reconhece como seu, por isso deve ser cuidadosamente colocado sob o estômago da fêmea e garantir que ela o aceite.

Se a fêmea rejeitar o filhote, você pode tentar novamente mais tarde, mas se ela continuar a afugentá-lo, você terá que alimentar o filhote artificialmente.

Na cavidade uterina, os fetos estão nas membranas fetais cheias de líquido. Durante o parto, a fêmea arranca o feto com os dentes e assim rompe as membranas fetais. Se isso não acontecer por qualquer motivo, o feto morrerá sufocado.

Se o nascimento ocorrer na presença do dono, ele mesmo poderá libertar tal filhote das membranas. Para isso, é necessário quebrar o filme próximo ao focinho do recém-nascido, limpar a cavidade oral e o nariz do muco e, segurando-o com força na mão, sacudir o filhote com força várias vezes. Isso ajuda a restaurar a respiração. Em seguida, limpe-o bem com um pano macio. Em seguida, é importante não lhe dar nada para beber.

O recém-nascido deve ser colocado perto de uma fonte de calor, como uma garrafa de água morna, e mantido aquecido. Após cerca de uma hora, quando o filhote pode se mover sozinho, ele pode ser colocado ao lado de sua mãe. Mas como ela não lambeu o filhote, ela não o reconhece como seu, por isso deve ser cuidadosamente colocado sob o estômago da fêmea e garantir que ela o aceite.

Se a fêmea rejeitar o filhote, você pode tentar novamente mais tarde, mas se ela continuar a afugentá-lo, você terá que alimentar o filhote artificialmente.

Complicações pós-parto em cobaias

Porquinho da índia se recusa a alimentar

Às vezes, a fêmea se recusa a alimentar os filhotes. Na maioria das vezes, isso ocorre em mulheres primíparas, pois pode ser difícil para elas se adaptarem rapidamente ao estado de maternidade repentina. Esses porcos devem ser deixados sozinhos e com os filhotes, proporcionando paz e sossego. Se isso não resolver o problema após 6 a 8 horas, tente o seguinte: coloque-os em uma pequena caixa escura sem espaço suficiente para fugir em pânico. Assim que a fêmea permitir que os filhotes suguem leite e comece a cuidar deles, significa que ela aceitou e aprendeu o papel da mãe, e então tudo estará em perfeita ordem.

Os bebês realmente não ficam com fome nas primeiras 12 horas. No entanto, se a fêmea continuar a recusar-se a alimentar, terá de recorrer à alimentação artificial ou tentar encontrar uma mãe adotiva para as crias. Você deve se apressar, senão eles morrerão de fome. 

A maioria das fêmeas está mais bem preparada na próxima vez que dá à luz e amamenta os filhotes adequadamente. Mas uma fêmea que também se recusa a alimentar a próxima ninhada não deve ser usada para reprodução, pois a falta de instinto maternal pode ser herdada pelos filhotes sobreviventes. Alternativamente, sedativos leves podem ser administrados até que a fêmea aceite os filhotes, mas pelas razões mencionadas acima, esta fêmea não deve ser usada em trabalhos de reprodução.

Às vezes, a fêmea se recusa a alimentar os filhotes. Na maioria das vezes, isso ocorre em mulheres primíparas, pois pode ser difícil para elas se adaptarem rapidamente ao estado de maternidade repentina. Esses porcos devem ser deixados sozinhos e com os filhotes, proporcionando paz e sossego. Se isso não resolver o problema após 6 a 8 horas, tente o seguinte: coloque-os em uma pequena caixa escura sem espaço suficiente para fugir em pânico. Assim que a fêmea permitir que os filhotes suguem leite e comece a cuidar deles, significa que ela aceitou e aprendeu o papel da mãe, e então tudo estará em perfeita ordem.

Os bebês realmente não ficam com fome nas primeiras 12 horas. No entanto, se a fêmea continuar a recusar-se a alimentar, terá de recorrer à alimentação artificial ou tentar encontrar uma mãe adotiva para as crias. Você deve se apressar, senão eles morrerão de fome. 

A maioria das fêmeas está mais bem preparada na próxima vez que dá à luz e amamenta os filhotes adequadamente. Mas uma fêmea que também se recusa a alimentar a próxima ninhada não deve ser usada para reprodução, pois a falta de instinto maternal pode ser herdada pelos filhotes sobreviventes. Alternativamente, sedativos leves podem ser administrados até que a fêmea aceite os filhotes, mas pelas razões mencionadas acima, esta fêmea não deve ser usada em trabalhos de reprodução.

Inflamação dos mamilos em porquinhos da índia

Esse problema ocorre de tempos em tempos, especialmente no caso de ninhadas múltiplas. A fêmea sente desconforto durante a alimentação e danos extensos podem aparecer na pele e na pelagem. Lave as feridas e as áreas adjacentes da pele com uma decocção de camomila ou uma solução desinfetante suave e, em seguida, esfregue uma pomada calmante e suavizante na pele.

Tenha cuidado para não usar produtos que possam ser prejudiciais se ingeridos por filhotes. Você pode usar com segurança o remédio para inflamação dos mamilos usado pelas pessoas. A infecção da pele ao redor dos mamilos pode se espalhar para a mama e causar mastite.

Esse problema ocorre de tempos em tempos, especialmente no caso de ninhadas múltiplas. A fêmea sente desconforto durante a alimentação e danos extensos podem aparecer na pele e na pelagem. Lave as feridas e as áreas adjacentes da pele com uma decocção de camomila ou uma solução desinfetante suave e, em seguida, esfregue uma pomada calmante e suavizante na pele.

Tenha cuidado para não usar produtos que possam ser prejudiciais se ingeridos por filhotes. Você pode usar com segurança o remédio para inflamação dos mamilos usado pelas pessoas. A infecção da pele ao redor dos mamilos pode se espalhar para a mama e causar mastite.

Complicações pós-parto em cobaias

mastite em porquinho da índia

A mastite é uma infecção da mama. A glândula fica vermelha, quente, dura e inchada. O leite engrossa e adquire uma tonalidade amarelada. A maioria das mulheres come e geralmente parece normal, mas ocasionalmente ocorre febre e perda de apetite. Extrair leite é uma parte necessária do tratamento. Para fazer isso, aperte suavemente o mamilo com os dedos várias vezes ao dia, depois limpe-o com um cotonete com água morna e levemente ensaboada e enxágue com água limpa.

Este tratamento, juntamente com uma massagem suave na pele, melhora o fluxo sanguíneo e promove a cicatrização. Se a fêmea perder o apetite ou não melhorar dentro de alguns dias, um veterinário deve ser consultado para tratamento adicional, que também pode incluir tratamento com antibióticos (ver artigo Antibióticos e porquinhos da índia).

Em casos difíceis, a análise microbiológica com culturas pode ser recomendada para determinar quais antibióticos têm o melhor efeito. Todos os problemas existentes de higiene celular (se houver) devem ser resolvidos para evitar doenças semelhantes no futuro.

A mastite é uma infecção da mama. A glândula fica vermelha, quente, dura e inchada. O leite engrossa e adquire uma tonalidade amarelada. A maioria das mulheres come e geralmente parece normal, mas ocasionalmente ocorre febre e perda de apetite. Extrair leite é uma parte necessária do tratamento. Para fazer isso, aperte suavemente o mamilo com os dedos várias vezes ao dia, depois limpe-o com um cotonete com água morna e levemente ensaboada e enxágue com água limpa.

Este tratamento, juntamente com uma massagem suave na pele, melhora o fluxo sanguíneo e promove a cicatrização. Se a fêmea perder o apetite ou não melhorar dentro de alguns dias, um veterinário deve ser consultado para tratamento adicional, que também pode incluir tratamento com antibióticos (ver artigo Antibióticos e porquinhos da índia).

Em casos difíceis, a análise microbiológica com culturas pode ser recomendada para determinar quais antibióticos têm o melhor efeito. Todos os problemas existentes de higiene celular (se houver) devem ser resolvidos para evitar doenças semelhantes no futuro.

Falta de leite em uma cobaia

Nesse sentido, os filhotes logo enfraquecerão e alguns deles (ou mesmo todos) podem morrer. A falta de leite pode ser causada por estresse ou mastite e, se o leite não retornar, os filhotes terão que ser alimentados artificialmente ou tentar encontrar uma mãe adotiva para eles. Mas, acima de tudo, procure deixar a mãe e os filhotes juntos em um ambiente calmo e tranquilo, fornecendo-lhes uma abundância de verduras e legumes suculentos, além de feno da mais alta qualidade que se pode obter. Muitas vezes, o problema se resolve sozinho em 24 horas. No entanto, no caso de mastite em fêmea, deve-se recorrer ao tratamento descrito acima.

Nesse sentido, os filhotes logo enfraquecerão e alguns deles (ou mesmo todos) podem morrer. A falta de leite pode ser causada por estresse ou mastite e, se o leite não retornar, os filhotes terão que ser alimentados artificialmente ou tentar encontrar uma mãe adotiva para eles. Mas, acima de tudo, procure deixar a mãe e os filhotes juntos em um ambiente calmo e tranquilo, fornecendo-lhes uma abundância de verduras e legumes suculentos, além de feno da mais alta qualidade que se pode obter. Muitas vezes, o problema se resolve sozinho em 24 horas. No entanto, no caso de mastite em fêmea, deve-se recorrer ao tratamento descrito acima.

Complicações pós-parto em cobaias

Problemas de pele e pelagem após o parto em uma cobaia

Após o parto, a fêmea pode perder algum cabelo devido a mudanças e influências hormonais do nascimento. Na maioria das vezes, áreas com pelagem quebrada aparecem simetricamente no sacro. Há também manchas calvas. Se a pele apresentar feridas e rasgos, lave-os diariamente com uma solução desinfetante suave. Não se preocupe, o crescimento normal do cabelo começará em cerca de uma ou duas semanas.

Você também pode experimentar um tipo especial de dano tecidual nas costas. Isso provavelmente se deve à desnutrição e deve ser corrigido para evitar mais problemas. Todos os dias – até que passe – o dano deve ser lavado e depois esfregado com uma pomada calmante e suavizante. No caso de uma infecção, um veterinário deve ser consultado imediatamente. 

Certa vez, em minha prática, deparei-me com uma situação em que um filhote perdia toda a pelagem alguns dias após o nascimento. Ele parecia saudável, com olhos brilhantes, e dentro de 4 semanas seu pelo estava completamente normal novamente.

Após o parto, a fêmea pode perder algum cabelo devido a mudanças e influências hormonais do nascimento. Na maioria das vezes, áreas com pelagem quebrada aparecem simetricamente no sacro. Há também manchas calvas. Se a pele apresentar feridas e rasgos, lave-os diariamente com uma solução desinfetante suave. Não se preocupe, o crescimento normal do cabelo começará em cerca de uma ou duas semanas.

Você também pode experimentar um tipo especial de dano tecidual nas costas. Isso provavelmente se deve à desnutrição e deve ser corrigido para evitar mais problemas. Todos os dias – até que passe – o dano deve ser lavado e depois esfregado com uma pomada calmante e suavizante. No caso de uma infecção, um veterinário deve ser consultado imediatamente. 

Certa vez, em minha prática, deparei-me com uma situação em que um filhote perdia toda a pelagem alguns dias após o nascimento. Ele parecia saudável, com olhos brilhantes, e dentro de 4 semanas seu pelo estava completamente normal novamente.

© Mette Lybek Ruelokke

O artigo original está localizado em http://www.oginet.com/Cavies/cvbirpo.htm.

© Tradução de Elena Lyubimtseva

© Mette Lybek Ruelokke

O artigo original está localizado em http://www.oginet.com/Cavies/cvbirpo.htm.

© Tradução de Elena Lyubimtseva

Deixe um comentário